top of page

NOTA EM APOIO AO PRESIDENTE NACIONAL DA OAB

O Instituto Edésio Passos vem externar apoio e solidariedade ao recém eleito Presidente Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, FELIPE SANTA CRUZ, em razão dos ataques que vem sofrendo nas redes sociais por seu legítimo posicionamento em defesa do estado democrático de direito, do devido processo legal e do amplo direito de defesa.

A reação desmedida, histérica e sem fundamento que se revela nas redes sociais representam uma afronta à instituição que representa os profissionais do Direito no Brasil e ao próprio Estado Democrático de Direito, numa inequívoca tentativa de fragilizar a Ordem dos Advogados do Brasil e assim eliminar toda e qualquer forma de controle dos atos do Estado e de cumprimento dos valores e direitos expressos na Constituição Federal.

Representa também, a tentativa de fazer imperar o pensamento único, e ao fazê-lo revela-se também o ódio e desprezo aos homens e mulheres que deram suas vidas pela construção da Democracia, numa tentativa de macular a história de tantos heróis e mártires do passado recente de nosso país. Destacamos a história familiar de Felipe Santa Cruz, cujo pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, desapareceu durante o regime militar (quando ele tinha apenas dois anos de idade), caso que é investigado pela Comissão da Verdade, que apura mortes e desaparecimentos na ditadura militar. Este vínculo não pode deixar de ser expresso, uma vez que interesses muito maiores se escondem por trás de montagens fotográficas, frases descontextualizadas, xingamentos e ameaças que tem caracterizado a “reação” às declarações do Presidente da OAB.

Nesse momento, além do apoio e da defesa do direito de expressão, livre de intimidações e de ameaças, prestamos nossa homenagem também à família do Presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, enaltecemos sua história, reconhecendo sua importância no árduo caminho que foi sendo aberto pelo direito de viver plenamente os valores e princípios da democracia e o alto preço que foi pago para que pudéssemos conhecer o valor da liberdade e saber quando ela está ameaçada.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page