top of page

A luta agora é por Eleições Diretas Já!

O jornal O Globo publicou nesta quarta-feira uma informação bombástica: os irmãos Joesley e Wesley Batista, da companhia JBS (Friboi), apresentaram à Polícia Federal uma gravação feita em março, onde Michel Temer tenta obstruir a Operação Lava Jato. Temer dá aval para pagar propina ao deputado cassado Eduardo Cunha, preso desde outubro do ano passado, comprando seu silêncio. Nos áudios, Joesley conta que estava dando uma mesada a Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro, para que ambos não falassem nada que prejudicasse o Governo. Temer responde: “Tem que manter isso, viu?”. As gravações também atingem Aécio Neves.

O presidente do PSDB foi gravado pedindo 2 milhões em propina para pagamento dos advogados que o defendem na Lava Jato. As malas de dinheiro, no entanto, foram levadas ao Senador Zezé Perrella (PMDB), dono do Helicoca – helicóptero encontrado com 450 kg de cocaína no Espírito Santo.

Por isso, a população precisa estar atenta para as manobras e evitar ser parte de um golpe dentro do golpe. Alguns especialistas já dizem que, em caso de impeachment de Temer, o Congresso teria de convocar eleições indiretas – onde os parlamentares escolhem o próximo governante. Enquanto isso, os grandes veículos de comunicação e a direita brasileira tentam convencer a opinião pública de que eleições diretas seriam inconstitucionais neste momento.

É o momento de pressionar os parlamentares em uma campanha nacional pelas Eleições Diretas Já para a Presidência e o Congresso Nacional, contra o governo ilegítimo de Michel Temer, que já não tem mais condições de presidir o país, e contra suas reformas, que tiram direitos do povo brasileiro.

0 visualização0 comentário

Commentaires


bottom of page